– Dedicação exclusiva ao único curso: medicina;

– O curso de medicina FACERES é reconhecido pelo MEC, nota 4 do conceito ENADE (Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes);

– Nota 4 do INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, com melhor desempenho entre as faculdades particulares de São José do Rio Preto;

– A FACERES é credenciada pelo SAEME (Sistema de Acreditação de Escolas Médicas), órgão que avalia as escolas médicas de todo o Brasil.

Localização privilegiada

– São José do Rio Preto é um polo nacional de saúde. Segundo a Associação Paulista de Medicina, o município conta com oito hospitais gerais entre públicos e privados, aproximadamente 30 unidades básicas de saúde, prontos-atendimentos e prontos-socorros. No total, são aproximadamente 2 milhões de pacientes para as redes pública e privada de saúde;

– É a 3ª melhor cidade para se viver no Brasil, segundo levantamento da Macroplan em 2021.;

– Acesso fácil a aeroportos e rodovias.

Infraestrutura institucional: laboratórios e biblioteca

– A FACERES está entre os 10 maiores centros de treinamento para atendimento de urgência do Brasil. Possui o 3º maior centro de Simulação Realística (adulto, pediátrico e obstétrico) do país;

– Biblioteca com mais de 20 mil livros (em papel) e 2 bibliotecas online com mais de 8 mil e-Books atualizados de medicina;

 

25 laboratórios bem equipados e tecnologia avançada.

 

Infraestrutura institucional: locais de estágio

– Rede de estágio com Unidades Básicas de Saúde disponíveis  em 3 cidades da região para inserção precoce no sistema de saúde;

– 01 UPA à disposição do curso para treinamento de urgência e emergência;

– Centro de Medicina de Família e Comunidade integrado à rede pública de saúde (um dos maiores do Brasil).

Infraestrutura institucional: hospitais

– 07 hospitais de diferentes complexidades;

– Mais de 1600 leitos disponíveis para estágio e internato.

Diferenciais pedagógicos

Projeto pedagógico moderno e inovador, em consonância com as melhores escolas médicas do mundo;

– Corpo docente altamente qualificado;

– Inserção precoce na rede de atenção à saúde (desde 1º semestre do curso);

– Uso de metodologias ativas de ensino-aprendizagem;

– Uso intensivo de tecnologias de ensino-aprendizagem (mesas anatômicas digitais, cliquers, simuladores de alta fidelidade, robôs, teleconferências, etc);

– Mais de 200 eventos científicos anuais para atualização de médicos e alunos;

– Programa de Iniciação Científica e Pesquisa.

Capacitações exclusivas inseridas na matriz curricular

– Formação em LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais);

– Certificação “LS” (Life Support) pela A.H.A. (American Heart Association – Associação Americana de Cardiologia): BLS (Suporte Básico de Vida); ACLS (Urgências em Cardiologia); PALS (Urgências em Pediatria).Essas certificações internacionais fazem parte do currículo do aluno quando ele se forma no curso de medicina, pois está inserido na estrutura curricular da faculdade.